Revista de Estudos Culturais e da Contemporaneidade - ISSN: 2236-1499

Cultura Juvenil e Visibilidade: Espaços de Demandas Sociais

d.o.i. 10.13115/2236-1499.2013v1n10p5

 

 

Adjair Alves[1]

RESUMO

Toda pesquisa, no campo próprio das ciências sociais, implica um problema social e político, isso porque, a pesquisa científica, constitui um modo específico de inserção e participação dos investigadores na realidade social. Questões sociais são problemas que emergem de uma realidade material e social (real-social), para cuja solução é forçoso pensá-la de forma distinta. No presente caso, a análise dirige-se às formas de manipulação/ construção de categorias sociais, capturadas das observações produzidas no âmbito das relações sociais estabelecidas com jovens da periferia urbana do Município de Caruaru, no interior de Pernambuco e que integram o Movimento Hip-hop[2] do Morro Bom Jesus, naquela cidade.

Palavras-chave: Hip-hop, juventude, movimento social, raça, cultura.

_____________

Youth, Race and Culture: the Struggle for Visibility and Social Recognition

Abstract

All research in the field of social sciences implies a social and political issue. This is because scientific research constitutes a specific way of researchers' insertion and participation in the social reality. Social issues are problems that emerge from a material and social reality (real-social), for which a solution must be thought from a different perspective. In this current case, the analysis addresses ways of manipulation/construction of social categories, found through observations made within the framework of social relations established by youths from the suburbs of the Municipality of Caruaru, in the hinterland of the State of Pernambuco, who are part of the Hip hop Movement of Morro Bom Jesus, in that city.

 Keywords: Hip hop, youth, social movement, race, culture


[1] Graduado em Filosofia, Mestre e Doutor em Antropologia – Líder de Grupo de pesquisa credenciado pela UPE e com registro no CNPq por nome: ARGILEA – com pesquisas nos temas: Mudança Social, Religiosidade no meio urbano e Rural, Gênero, Juventude urbana e rural, Etnicidade. Atualmente é professor Adjunto da Universidade de Pernambuco, Brasil.

[2] O hip-hop é uma cultura juvenil, de origem norte-americana que remonta aos anos 60, mais especificamente, ao ano de em 1968, quando o negro Afrika Banbaataa, inspirado na forma cíclica pela qual a cultura do gueto norte-americano era transmitida bem como no estilo da dança mais popular da época, criado com o objetivo de apaziguar os ânimos, resultantes dos conflitos sociais no gueto, a princípio, uma forma de divertimento, mas logo em seguida, transformado em protesto à segregação cultural e econômica do jovem no gueto americano. Disponível em: <http://newhiphop.8m.com/about.html> acesso em: 05/12/2001.

 

Revista de Estudos Culturais e da Contemporaneidade - ISSN: 2236-1499

Capa/Sumário Diálogos N.° 10

Home Page da Revista

Normas de Submissão de Artigos