Revista de Estudos Culturais e da Contemporaneidade - ISSN: 2236-1499

Linguagem e angústia, existência e cuidado do Dasein em Heidegger

d.o.i. 10.13115/2236-1499.2013v1n10p224

Mizael de Oliveira F.° Martins - IFAM

 Resumo:

Este artigo mostra o início da troca ocorrida entre as análises do ser e do ente ao longo do desenvolvimento da filosofia ocidental, essencialmente metafísica após a filosofia platônica. Pensando no propósito do Ser e tempo, para Heidegger a linguagem vige como esteio para sua Viravolta (Kehre) do pensamento, implicada diretamente na noção de técnica suscitada por Ernst Jünger. No entanto, o que se pretende neste texto é mostrar que é a linguagem a essência da existência do Dasein e, pensar este mesmo Dasein que ao se essencializar enquanto humano exatamente na expressão da linguagem, o faz mesmo em sua falta, evidenciada pela angústia, e no cuidado que o próprio humano tem consigo, embasando a autoconsciência de sua existência finita.

 

Palavras-chave: Linguagem; existência; angustia; cuidado; Dasein.

Abstract:

This article shows the beginning of the exchange that took place between the analyzes of self and entity throughout the development of Western philosophy, metaphysics essentially following the Platonic philosophy. Thinking about the purpose of Being and Time, Heidegger for language prevails as their mainstay for Twirl (Kehre) thought, directly involved in the technical notion raised by Ernst Jünger. However, what is intended in this paper is to show that the language is the essence of the existence of Dasein, and Dasein even think that this sums up exactly as a human in language expression, it does even in his absence, as evidenced by anxiety and care that the very human can have, basing self-awareness of his finite existence.

Keywords: Language; existence; distress; care; Dasein.



 

Revista de Estudos Culturais e da Contemporaneidade - ISSN: 2236-1499

Capa/Sumário Diálogos N.° 10

Home Page da Revista

Normas de Submissão de Artigos