Revista de Estudos Culturais e da Contemporaneidade - ISSN: 2236-1499

Comunicação e Marketing Político: Um Estudo de Caso Sobre as Campanhas Presidenciais de Collor (1989) e Lula (2002)

d.o.i. 10.13115/2236-1499.2013v1n10p328

Daniele Moitinho Dourado Valois Rios[1]

  

RESUMO

Com a função de promover uma aproximação permanente entre candidatos/políticos e os cidadãos, auxiliando na criação de uma imagem positiva perante a opinião pública e, consequentemente, na obtenção do sucesso eleitoral, o marketing político tem ganhado uma importância cada vez maior nas sociedades democráticas. Considerando a importância dessa ferramenta para as práticas eleitorais no país, o presente artigo parte do objetivo de analisar as estratégias de marketing político utilizadas nas eleições de Fernando Collor de Mello (1989) e Luiz Inácio Lula da Silva (2002), investigando como elas auxiliaram os dois candidatos na obtenção da vitória das urnas. A metodologia adotada foi a teórico-bibliográfica, técnica que permitiu o levantamento de muitas informações relevantes. A partir de dados publicados sobre as duas eleições (e também sobre o histórico das campanhas presidenciais realizadas no país), pode-se constatar que as práticas de marketing político têm evoluído bastante no Brasil, revelando-se decisivas quando aplicadas de maneira correta.

Palavras-chave: Marketing Político. Campanhas Presidenciais. Collor. Lula.


[1] Mestranda em Comunicação Social pelo Programa de Pós-Graduação em Comunicação (PPGCOM) da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Pós-graduada do curso de MBA em Administração e Marketing pela Universidade Internacional de Curitiba (Uninter), Bacharel em Jornalismo em Multimeios pela Universidade do Estado da Bahia (Uneb).


 

Revista de Estudos Culturais e da Contemporaneidade - ISSN: 2236-1499

Capa/Sumário Diálogos N.° 10

Home Page da Revista

Normas de Submissão de Artigos