Revista de Estudos Culturais e da Contemporaneidade - ISSN: 2236-1499

Tradição e modernidade em romances de Mia Couto

Tradition and modernity in Mia Couto’s novels

D.O.I.: 10.13115/2236-1499.2014v2n11p73

 

Carlos Francisco de Morais[1]

 

RESUMO: Este artigo tem por objetivo investigar como, nos romances Um rio chamado tempo, uma casa chamada terra e A varanda do frangipani, do escritor moçambicano Mia Couto, a trajetória de vida de seus protagonistas está simbolicamente ligada à uma necessidade de valorização das culturas tradicionais, vistas como desprestigiadas no atual momento histórico da sociedade de Moçambique.

PALAVRAS-CHAVE: Mia Couto; tradição, modernidade

ABSTRACT: This paper intends to investigate how, in mozambican writer Mia Couto’s novels Um rio chamado tempo, uma casa chamada terra and A varanda do frangipani, the life story of the leading characters is symbolically linked to the a need to give praise to the traditional cultures of the country, seem as under-appreciated in the present historical moment of Mozambique’s society.

KEYWORDS: Mia Couto; tradition; modernity.


 

[1] Doutor em Literatura Portuguesa pela USP – Universidade de São Paulo. Professor Adjunto de Literaturas de Língua Portuguesa na UFTM – Universidade Federal do Triângulo Mineiro. carfranmo@hotmail.com

Revista de Estudos Culturais e da Contemporaneidade - ISSN: 2236-1499

Capa/Sumário Diálogos N.° 11

Home Page da Revista

Normas de Submissão de Artigos