CADASTRO     ATUAL    ANTERIORES    NOTÍCIAS     PESQUISA     PROFLETRAS

 

INTERPRETANDO A CONTRIBUIÇÃO DE MAURICE TARDIF: REFLEXÕES SOBRE A PRÁTICA EDUCATIVA A PARTIR DOS SABERES CURRICULARES E SABERES EXPERIENCIAIS DOCENTES

d.o.i. 10.13115/2236-1499v2n19p292

Ricardo J. L. Bezerra - UPE[1]

Resumo

Neste trabalho realizamos uma revisão bibliográfica de significativos textos de Maurice Tardif, de seus colaboradores mais próximos e de alguns comentadores a respeito dos conceitos saber curricular e saber experiencial. Buscamos, assim, compreender como essas categorias conceituais contribuem para entendermos a prática educativa dos professores em ação na educação escolar.

Palavras-chave: Saberes da docência. Prática educativa. Educação escolar

Interpreting The Contribution Of Maurice Tardif: Reflections On The Educational Practice From The Curricular Knowledges And Experiential Teachers' Knowledge

Abstract

In this work we perform a bibliographical review of significant texts by Maurice Tardif, his collaborators and some commentators on the concepts of curricular knowledge and experiential knowledge. We thus seek to understand how these conceptual categories contribute to understanding the educational practice of teachers in action in school education.

Keywords:.. Teacher knowledge. Educational practice. Schooling.

 

[1] Professor Doutor em Educação pela PUC-SP.


Texto Completo:

PDF

REFERÊNCIAS

BORGES, C. M. & TARDIF, M. (orgs.). Dossiê: Os saberes dos docentes e sua formação. Educação e Sociedade, v. 22, n. 74, Campinas-SP, abr. 2001, p.11-26.

BRITO, R. L. G. L. de. Cultura, clima e gestão da escola. In: FELDMANN, M. G. (org.). Formação de Professores e escola na contemporaneidade. São Paulo, SENAC, 2009, p. 243-252.

CORDEIRO, J. Didática. São Paulo: Contexto, 2009.

CUNHA, M. I. da. O Bom Professor e sua prática. 16ed. Campinas-SP: Papirus, 2004.

FRANCO, M. A. do R. S. Pedagogia como ciência da educação. 2.ed. São Paulo: Cortez, 2008.

GIMENO SACRISTÁN, J. Consciência e acção sobre a prática como libertação profissional dos professores. In: NÓVOA, A. Profissão Professor. Porto: Porto Ed., 1995. p.63-92.

GOODSON, I. Currículo: teoria e história. 2. ed. Petrópolis: Vozes, 1995.

LIBÂNEO, J. C. Adeus professor, adeus professora? São Paulo: Cortez, 1998.

MASETTO, M. T. Comentário. In: ALONSO, M. (org.) O Trabalho Docente: teoria e prática. São Paulo: Pioneira, 1999. p. 34-36.

MEIRIEU, P. Carta a um jovem professor. Porto Alegre: Artmed, 2006.

MIZUKAMI, M. das G. N. Formação continuada e complexidade da docência: o lugar da universidade. In: ENDIPE, 14, 2008. Anais...  Porto Alegre; Endipe, 2008.

MONTEIRO, A. M. Professores de História: entre saberes e práticas. Rio de Janeiro: Mauad X, 2007.

SCHMIDT, L. M., RIBAS, M. H.; CARVALHO, M. A. de. A prática pedagógica como fonte de conhecimento. In: ALONSO, M. O Trabalho Docente: teoria e prática. São Paulo: Pioneira, 1999. p. 19-33.

TARDIF, M.; LESSARD, C. O Trabalho docente – Elementos para uma teoria da docência como profissão de interações humanas. 2. ed. Petrópolis-RJ: Vozes, 2005.

TARDIF, M. Saberes docentes e formação profissional. 11 ed. Petrópolis-RJ: Vozes, 2010.

TARDIF, M., LESSARD, C.; LAHAYE, L. Esboço de uma problemática do saber docente. 2001. Teoria e Educação. Porto Alegre, n. 4,p. 215-234.

ZABALA, A. A Prática educativa: como ensinar. Porto Alegre: Artmed, 1998.

ZIBETTI, M. L. T.; SOUZA, M. P. R. Apropriação e mobilização de saberes na prática pedagógica: contribuição para a formação de professores. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 33, n.2, maio/ago. 2007. P. 247-262.