CADASTRO     ATUAL    ANTERIORES    NOTÍCIAS     PESQUISA     PROFLETRAS

ANTUNES, I. C. Muito além da gramática: Por um ensino sem pedras no caminho. 1ª. ed. Belo Horizonte: Parábola Editorial, 2007.

EISNER, Will. Quadrinhos e arte sequencial: princípios e práticas do lendário cartunista. São Paulo: Martins Fontes, 1989.

KOCH, I. V; ELIAS, V. M. Ler e compreender: os sentidos do texto. São Paulo: Cortez, 2006.

______. Ler e escrever: estratégias de produção textual. 2. ed. São Paulo: Contexto, 2010.

KLEIMAN, Ângela B.; MORAES, Silvia E. Leitura e interdisciplinaridade: tecendo redes nos projetos da escola. Campinas-SP: Mercado de Letras, 1999.

MARCUSCHI, L.A. Gêneros textuais: definição e funcionalidade. In; Gêneros textuais e ensino. Rio de Janeiro: Lucena, 2003, p. 20-36.

RAMOS, P. A Leitura dos Quadrinhos. São Paulo: Contexto, 2009.

RAUBER, André L. Interdisciplinaridade e princípios funcionalistas no ensino de Língua Portuguesa: um estudo de caso. Goiânia, 2005. 181p. Dissertação (Mestrado em Letras e Linguística) – Faculdade de Letras, Programa de Pós-Graduação em Letras e Linguística, Universidade Federal de Goiás.

SCHNEUWLY, B.; DOLZ, J. Gêneros orais e escritos na escola. Campinas: Mercado de Letras, 2004.

VERGUEIRO, W. A linguagem dos quadrinhos: uma alfabetização necessária. In: RAMA, Â.; VERGUEIRO, W. (orgs.). Como usar as histórias em quadrinhos na sala de aula. 3. ed. São Paulo: Contexto, 2007.

 ______. A linguagem dos quadrinhos uma alfabetização necessária. In: RAMA, Â.; VERGUEIRO, W. (orgs.). Como usar as histórias em quadrinhos na sala de aula. 3. ed. São Paulo: Contexto, 2009.

WAAL, D. Gramática e o ensino da Língua Portuguesa. IX Congresso Nacional de Educação – EDUCERE. III Encontro Sul Brasileiro de Psicopedagogia – 26 a 29 de outubro – PUC-PR.