CADASTRO     ATUAL    ANTERIORES    NOTÍCIAS     PESQUISA     PROFLETRAS

CHÂTEAU, J. (1975). A CRIANÇA E O JOGO. Coimbra: Atlântida Editora.

HUIZINGA, Johan. HOMO LUDENS. São Paulo: Perspectiva, 1980.

LARA, Isabel C. Machado. JOGANDO COM A MATEMÁTICA DE 5ª A 8ª SÉRIE. 3ª edição, editora Rêspel LTDA. Cap. 1, 2005.

LISBOA, Monalisa. A IMPORTÂNCIA DO LÚDICO NA APRENDIZAGEM, COM AUXÍLIO DOS JOGOS. Disponível em: http://brinquedoteca.net.br/?p=1818, 2004.

MORBACH, R. P. C. ENSINAR E JOGAR: POSSIBILIDADES E DIFICULDADES DOS PROFESSORES DE MATEMÁTICA DOS ANOS FINAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL. 2012. 175 f. Dissertação (Mestrado Em Educação) – Departamento De Pós-Graduação. Universidade De Brasília.

MOURA, M. O. de. O JOGO NA EDUCAÇÃO MATEMÁTICA. São Paulo: FDE, n.10, p. 45-53, 1991.

MOYLES, Janet R. SÓ BRINCAR? O PAPEL DO BRINCAR NA EDUCAÇÃO INFANTIL. Tradução: Maria Adriana Veronese. Porto Alegre: Artmed, 2002.

PARAMETROS CURRICULARES NACIONAIS, Matemática. Brasília, 1997.

PARÂMETROS CURRICULARES NACIONAIS, Terceiro e quarto ciclos do ensino fundamental. Introdução aos Parâmetros Curriculares Nacionais. DEB, 1991.

PEREIRA, A. L. L. (2013). A UTILIZAÇÃO DO JOGO COMO RECURSO DE MOTIVAÇÃO E APRENDIZAGEM. Relatório de Estágio apresentado para a obtenção do Grau de Mestre em Ensino de História e Geografia no 3º Ciclo do Ensino Básico e Secundário conferido pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto, Porto. (Disponível em: https://repositorioaberto.up.pt/bitstream/10216/71590/2/71978.pdf - consultado a 27-02-2017 pelas 10:00 horas)

POLYA, G. A ARTE DE RESOLVER PROBLEMAS. Rio de Janeiro: Interciência, 1978.

VICENTE, Diógili. OS JOGOS MATEMÁTICOS EM CONTEXTO ESCOLAR: DESAFIOS E POSSIBILIDADES. Revista Educação e (Trans) formação. Garanhuns, v.02, n.01, pag. 68-78, nov2016 / abr2017.